Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

09.Nov.17

No Country for Old Men (Este País Não É Para Velhos, 2007) - Análise e Crítica

Francisco Quintas
     No Country for Old Men comemora hoje, dia 9 de novembro, 10 anos de existência. Que dia poderia ser melhor do que este para se falar sobre esta fantástica obra-prima? SPOILERS!      Baseado no livro homónimo escrito por Cormac McCarthy, publicado em 2005, o filme começa no Texas ocidental e segue três personagens distintos numa história de gato e rato que começa depois de um negócio de droga correr mal, deixando 2 irresistíveis milhões de dólares em jogo.   O filme (...)
26.Out.17

Kingsman: The Golden Circle (Kingsman: O Círculo Dourado, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Parcerias entre americanos e ingleses podem funcionar muito bem. Contudo, há que reconhecer que a América nunca terá filmes de espionagem tão bons como os da Grã-Bretanha!      Depois da sede e milhares de agentes da Kingsman serem exterminados por uma misteriosa criminosa, cabe mais uma vez a Eggsy salvar o mundo. Desta vez, este conta com a ajuda de uma organização secreta igualmente peculiar e pronta para o combate.     O filme é novamente escrito e realizado pelo (...)
24.Out.17

Kingsman: The Secret Service (Kingsman: Serviços Secretos, 2015) - Crítica

Francisco Quintas
     Assisti a Kingsman: The Golden Circle no passado fim-de-semana e pensei em fazer a crítica do original. Porque não? Afinal, o primeiro Kingsman foi um dos melhores filmes de 2015.      Baseado na série de banda desenhada Kingsman, escrita por Mark Millar e Dave Gibbons e publicada em 2012, o filme conta a história de Eggsy, um jovem londrino que se forma na organização secreta britânica de espionagem Kingsman, com o objetivo de combater o vilão megalomaníaco Valentine. (...)
17.Out.17

The Mummy (A Múmia, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Estava na dúvida se via este filme. Nunca vi nenhum filme sobre monstros clássicos, por isso sou totalmente inculto sobre esse género. Mas porque não? O Tom Cruise está cá.      Um grupo de arqueólogos descobre um túmulo escondido de uma princesa do Egito mumificada que, uma vez acordada, quer destruir o mundo.    The Mummy é o primeiro filme de um novo universo cinematográfico desenvolvido pela Universal Pictures chamado Dark Universe. Trata-se de um novo rumo para (...)
07.Out.17

Wonder Woman (Mulher-Maravilha, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     É muito importante que as mulheres continuem a ganhar protagonismo no cinema. A verdade é que a indústria de Hollywood ainda é machista e tem alguns complexos por resolver. Obrigado Patty Jenkins por nos dares o melhor filme do DCEU (até agora) e pela encantadora dose de girl power!      Durante a 1ª Guerra Mundial, Diana, princesa das Amazonas, dá de caras com um piloto americano e descobre os conflitos que decorrem no mundo. Depois de tantos anos a treinar para ser a (...)
01.Set.17

Guardians of the Galaxy Vol. 2 (Guardiões da Galáxia Vol. 2, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Voltei! Depois de completar o mês de Agosto com apenas um post, decidi voltar. Vamos falar sobre outro presente da Marvel deste ano.      Depois de Peter Quill descobrir mais sobre si mesmo e a sua família, os Guardiões devem agora lutar para preservar a união que nasceu entre eles e derrotar mais uma presença que ameaça o Universo.      A realização e o argumento são mais uma vez do James Gunn. Depois do seu ótimo trabalho anterior, este tinha uma missão (...)
15.Ago.17

Baby Driver (Alta Velocidade, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Era uma crítica ou de Baby Driver ou de The Emoji Movie. A animação não é ofensivamente má como já disseram, mas boa ela não é. É tão má a um ponto de me fazer perder a vontade de escrever para este blog. Verdade seja dita, a história não é interessante, é previsível. É um rip-off de Zootopia com Inside Out, com um bocadinho de Shrek, só que contado da maneira mais convencional e genérica imaginária. Não percam o vosso tempo.      Baby, um motorista (...)
14.Jul.17

Kong: Skull Island (Kong: Ilha da Caveira, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Em 2014, com a estreia de Godzilla, deu-se início a um novo universo da Warner Bros. Pictures chamado MonsterVerse, baseado nas histórias dos monstros clássicos Godzilla e King Kong. Godzilla: King of the Monsters e Godzilla vs. Kong já foram anunciados para 2019 e 2020, respetivamente. Godzilla não foi excecional, foi somente bom (em breve farei uma crítica desse filme). Será Kong: Skull Island o mesmo caso?      O filme passa-se em 1973 e segue uma equipa de cientistas (...)
13.Jul.17

War for the Planet of the Apes (Planeta dos Macacos: A Guerra, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Nos dias de hoje, é muito difícil um remake/reboot ser bom. Mais difícil ainda é uma franchise inteira de reboots ser boa. Mais difícil ainda é os filmes de uma franchise de reboots serem progressivamente melhores que o seu antecessor. Ainda há fé no cinema contemporâneo!    Depois dos acontecimentos significativos do filme anterior, Caesar tenta preservar a paz do povo dos macacos, ainda a habitar escondidos na floresta. Assim que um Coronel sádico aparece para (...)
11.Jul.17

Dawn of the Planet of the Apes (Planeta dos Macacos: A Revolta, 2014) - Crítica

Francisco Quintas
     O ano de 2014 foi um dos melhores anos para o cinema recente. Esse ano deu-nos obras primas espetaculares que, futuramente, tornar-se-ão clássicos magníficos. Birdman, Whiplash e Enemy são alguns deles … Dawn of the Planet of the Apes também pertence a esse grupo!      10 anos passaram desde os acontecimentos do filme passado. Agora, Caesar constituiu uma família e mantém o seu esforço para defender o seu povo dos humanos e evitar uma possível guerra.     A (...)