Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

01.Out.17

Mother! (Mãe!, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Desde que Mother! estreou no mundo inteiro, as críticas surgiram de todos os lados e uma onde de desprezo pelo filme apareceu. Eu entendo que não seja para toda a gente, mas IMDB e Rotten Tomatoes, este filme não merecia ratings tão baixos.      Depois de algum tempo a viver numa casa isolada na floresta, um casal recebe inúmeras e inesperadas visitas de estranhos. Tais visitas iniciam uma série de fenómenos surreais e indesejados.      O filme foi escrito e realizado pelo Darren Aronofsky
03.Jul.17

John Wick: Chapter 2 (John Wick 2, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Porquê Portugal? Qual é a dificuldade de chamar Capítulo 2 a este filme? Não era difícil. Bem, mudando de assunto, devia começar por criar a minha lista dos cinquentões mais badass do cinema. Harry Hart, Robert McCall, Bryan Mills e, claro, John Wick entrariam. Bem, vamos a isto.     Depois de retornar ao submundo criminoso para pagar uma dívida, Jonathan Wick descobre que uma grande recompensa foi colocada pela sua vida e assim começa uma nova luta enorme por sobrevivência. (...)
29.Jun.17

John Wick (2014) - Crítica

Francisco Quintas
     John Wick: Chapter 2 estreou em fevereiro. Provavelmente devia ter começado este blog mais cedo. Dessa maneira, teria feito antecipadamente a review de John Wick, de 2014. Mas mais vale tarde do que nunca, até porque um thriller neo-noir de ação como este merece atenção! Aproveito para dizer que esta crítica terá spoilers moderados.      Jonathan Wick, um assassino reformado, volta ao ativo em busca de vingança depois do seu cão ser morto e o seu carro roubado durante (...)
27.Jun.17

Unbreakable (O Protegido, 2000) - Crítica

Francisco Quintas
     Hoje vi o filme Split, que estreou em fevereiro. Unbreakable foi lançado há 17 anos e é um dos meus filmes preferidos de sempre. Eu ainda pensei em esperar por 2020, quando o filme eventualmente faria 20 anos de existência. Mas 3 anos ainda demoram, juntando isso ao facto de eu querer fazer críticas de clássicos daqui para a frente. Aproveito para dizer que esta crítica terá spoilers. Já agora, porque não chamar ao filme "Inquebrável"? Ok, não interessa ... vamos a isto! (...)
03.Jun.17

Perdidos (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     A verdade é que maior parte dos remakes que surgem hoje são simples cash grabers e raramente são planeados para fazer alguma coisa nova com o material que têm. Vemos isto a acontecer com mais frequência em Hollywood e nem tanto na Europa nem muito menos em Portugal. Portugal apenas aderiu também a esta modinha em 2015 quando começou a fazer aqueles remakes de comédias clássicas. Será que este é uma exceção? Vamos descobrir.     Um grupo de amigos juntam-se em Porto (...)
13.Mai.17

Aftermath (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     O problema em adaptar grandes histórias não americanas para o cinema americano é muito óbvio. Às vezes simplesmente não há mentes capazes de compreender o potencial de uma história verídica quando esta é contada no seu local de origem. Não há qualquer razão em adaptar esta história para a América senão uma questão financeira. E isso é triste!      A história é baseada na colisão real de duas aeronaves ocorrida em 2002 no espaço aéreo da Alemanha onde (...)
06.Mai.17

Get Out (Foge, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
    Quem diria que um dos criadores de Key & Peele seria um realizador cujo debut fosse tão provocante, satírico, engraçado e original. É provado mais uma vez que quando o género de terror é bem feito, pode resultar num dos filmes mais interessantes do ano.      A história segue um casal inter-racial, em que Chris é negro e Rosie é branca, que viaja até à casa dos pais dela para passar um fim-de-semana. À medida que os dias passam, aquilo que parecia acolhedor e (...)
05.Abr.17

Life (Vida Inteligente, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     A sinopse oficial do novo filme de Daniel Espinosa, Life, não chama muito à atenção. Trata-se de apenas mais um filme regular sobre invasão/sobrevivência espacial. Depois de pegar muita inspiração de filmes clássicos como Alien, Life até ignora alguns clichês, mas a maior parte deles estam presentes.      Tecnicamente, Life é muito bom, no início abre com um plano sequência elaboradíssimo que, mesmo sendo CGI, me chamou à atenção e manteve-me a ansiar por (...)