Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

08.Set.18

Woman Walks Ahead - injustamente inapreciado

Francisco Quintas
Pensar naquilo que um filme deve ter antes sequer de o ver é mais prejudicial para o público do que para os artistas responsáveis.Novamente concluo que acertar na mosca é mais fácil do que agradar os críticos americanos. Não é desgostando de todas obras que se avalie que um crítico se torna num sábio erudito de gaveta. Acontece isto com qualquer blockbuster, como o recente “Star Wars: The Last Jedi”, mas principalmente com obras modernas que toda a gente decide desgostar (...)
05.Jul.18

Voltei.

Francisco Quintas
    Bem, por onde começar? Curiosamente, amanhã fariam 4 meses desde que nunca publiquei mais nada neste blog. Primeiro, foi o cabo do computador que se estragou. Isto em finais de Fevereiro. Para se resolver este pequeno problema foi um grande período de espera e conversas com todo o tipo de lojas que nunca mais acabavam. Sorte a minha é que tinha uma crítica pronta e agendada para o pós-Óscar, a crítica do
25.Fev.18

Palpites para os Óscares 2018

Francisco Quintas
     A cerimónia dos Óscares de 2018 está quase a chegar. Está na hora de analisar todos os vencedores de cerimónias recentes como os Globos de Ouro, os SAG e os BAFTA, que geralmente ditam os favoritos para receberem a tão desejada estatueta dourada. Como prevejo fazer nos próximos anos, dou o meu palpite do candidato possivelmente vencedor e daquele que eu acho que devia ser o vencedor. Apenas não comento sobre as categorias de Melhor Animação nem Melhor Filme Estrangeiro
20.Fev.18

The Shape of Water (A Forma da Água, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
   Durante a Guerra Fria, Elisa, uma funcionária muda recém-chegada a um centro de investigação americano, face a novas descobertas e perigos, desenvolve uma afetuosa relação com uma criatura anfibiana humanoide, disputada entre a América e a União Soviética.     O filme foi escrito e realizado pelo mexicano Guillermo del Toro, uma mente extremamente imaginativa que opta mais uma vez por desenvolver personagens e um conflito dentro do seu mundinho pessoal de monstros (...)
24.Jan.18

Surpresas, Ignorados e Injustiças nos Óscares

Francisco Quintas
     Como puderam conferir, a lista dos Óscares deste ano saiu (lê aqui). Como anualmente acontece, houve surpresas, ignorados e injustiças nas categorias. Vamos discutir!Melhor Filme:Surpresas: Darkest Hour, Get Out, Phantom ThreadIgnorados: A Ghost Story, All the Money in the World, Blade Runner 2049, Grave, Lady Macbeth, Lucky, Molly’s Game, Mother!, The Disaster Artist, The (...)
24.Jan.18

Nomeações aos Óscares 2018

Francisco Quintas
     As nomeações aos Óscares já saíram. A cerimónia vai decorrer no dia 4 de Março, domingo. The Shape of Water, a mais recente obra do mexicano Guillermo del Toro, é novamente o filme com o maior número de nomeações. Como é óbvio, não posso comentar sobre todos os nomeados, visto que nem todos os filmes estrearam (ainda) ou estrearão em Portugal (alguns). Como sempre, há surpresas e injustiças na enorme lista de nomeados. Uma delas sendo apenas 9 nomeados na categoria de Me (...)
13.Jan.18

Molly's Game (Jogo da Alta-Roda, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Baseado na autobiografia de Molly Bloom, Molly's Game: From Hollywood's Elite to Wall Street's Billionaire Boys Club, My High-Stakes Adventure in the World of Underground Poker, Molly’s Game conta a sua história como uma decadente atleta olímpica e uma ascendente Rainha do Poker, responsável por uma das redes de jogo ilegal mais recorridas por celebridades nos EUA durante 12 anos.     O filme foi escrito e realizado pelo Aaron Sorkin, que depois de escrever excelentes (...)
05.Jan.18

The Killing of a Sacred Deer (O Sacrifício de Um Cervo Sagrado, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
   Steven, um cardiologista de sucesso, vive tranquilamente com a família enquanto regularmente convive com o filho de um falecido paciente. Após algumas revelações, fenómenos inexplicáveis acontecem.     O filme foi escrito e realizado pelo grego Yorgos Lanthimos, responsável pelo bom The Lobster, de 2015. É um realizador muito autoral e criativo, com um enorme interesse em estudar a natureza fria, distante e insensível do ser humano. Se em The Losbter, era explorada a (...)