Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

27.Jan.18

The Disaster Artist (Um Desastre de Artista, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Baseado na autobiografia The Disaster Artist: My Life Inside The Room, the Greatest Bad Movie Ever Made, de Greg Sestero, publicado em 2013, o filme conta a sua história como um aspirante ator que, em 1998, durante uma aula de teatro, conhece o misterioso Tommy Wiseau, igualmente determinado em alcançar uma carreira em Hollywood. Perante os obstáculos às tentativas de sucesso dos dois, estes decidem fazer o seu próprio filme, The Room (lançado em 2003), que mais tarde se (...)
23.Dez.17

Star Wars: The Last Jedi (Star Wars: Os Últimos Jedi, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     As pessoas têm de se decidir. Hoje em dia ou se odeia sem hesitação ou se ama cegamente seja o que for. Há quem exageradamente pense que Star Wars (ler crítica) são os melhores filmes já feitos enquanto há quem desdenhe esta franchise. Eu cá gosto de ficar no meio termo.      Depois dos acontecimentos do filme anterior, Rey deve unir forças com Luke e se (...)
21.Dez.17

Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street (Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro de Fleet Street, 2007) - Análise e Crítica

Francisco Quintas
     Hoje, dia 21 de Dezembro, o filme Sweeney Todd comemora 10 anos! Vamos celebrar este único musical!      Baseado na peça musical homónima de Stephen Sondheim e de Hugh Wheeler, lançada em 1979, o filme conta a história de Sweeney Todd, outrora Benjamin Barker, um barbeiro londrino injustamente condenado, que regressa à sua cidade pela primeira vez em 15 anos sedento por vingança e em busca da sua família.      O filme foi realizado pelo Tim Burton, um realizador (...)
20.Nov.17

Lucky (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Lucky, um texano de 90 anos, depois de uma ligeira tontura, começa a lidar com a ideia da chegada cada vez mais breve da sua morte.      Trata-se do directorial debut do ator John Carroll Lynch. Como nós sabemos, existe sempre aquele receio de ver a primeira obra de realização de um determinado artista, sobretudo quando o mesmo nunca teve nenhum outro trabalho no mesmo cargo. O ator nunca realizou nenhuma curta ou episódios para séries, mas mostrou-se perfeitamente à (...)
11.Nov.17

Thor: Ragnarok (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Vale sempre a pena esperar pelas duas cenas pós-créditos, a não ser que a cena dure 45 segundos e que não acrescente nada à informação já dada sobre futuros filmes. Enfim …      Thor e Hulk estão de volta e, desta vez, depois de se reencontrarem por acaso num planeta diferente, os dois devem unir forças para impedir que a irmã desconhecida do Thor, Hela, destrua Asgard por completo.     O filme foi realizado pelo neozelandês Taika Waititi, um realizador em (...)
09.Nov.17

No Country for Old Men (Este País Não É Para Velhos, 2007) - Análise e Crítica

Francisco Quintas
     No Country for Old Men comemora hoje, dia 9 de novembro, 10 anos de existência. Que dia poderia ser melhor do que este para se falar sobre esta fantástica obra-prima? SPOILERS!      Baseado no livro homónimo escrito por Cormac McCarthy, publicado em 2005, o filme começa no Texas ocidental e segue três personagens distintos numa história de gato e rato que começa depois de um negócio de droga correr mal, deixando 2 irresistíveis milhões de dólares em jogo.   O filme (...)
26.Out.17

Kingsman: The Golden Circle (Kingsman: O Círculo Dourado, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Parcerias entre americanos e ingleses podem funcionar muito bem. Contudo, há que reconhecer que a América nunca terá filmes de espionagem tão bons como os da Grã-Bretanha!      Depois da sede e milhares de agentes da Kingsman serem exterminados por uma misteriosa criminosa, cabe mais uma vez a Eggsy salvar o mundo. Desta vez, este conta com a ajuda de uma organização secreta igualmente peculiar e pronta para o combate.     O filme é novamente escrito e realizado pelo (...)
24.Out.17

Kingsman: The Secret Service (Kingsman: Serviços Secretos, 2015) - Crítica

Francisco Quintas
     Assisti a Kingsman: The Golden Circle no passado fim-de-semana e pensei em fazer a crítica do original. Porque não? Afinal, o primeiro Kingsman foi um dos melhores filmes de 2015.      Baseado na série de banda desenhada Kingsman, escrita por Mark Millar e Dave Gibbons e publicada em 2012, o filme conta a história de Eggsy, um jovem londrino que se forma na organização secreta britânica de espionagem Kingsman, com o objetivo de combater o vilão megalomaníaco Valentine. (...)
30.Set.17

War Machine (Máquina de Guerra, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     A Netflix já provou ser mais que capacitada para fazer boas sátiras sobre a sociedade americana. War Machine não é das melhores, mas com o carisma do Brad Pitt é difícil ficar insatisfeito.     Baseado no livro de não-ficção The Operators, escrito por Michael Hastings e publicado em 2012, o filme acompanha o general americano Glen McMahon, que, em 2010, contra os inimigos e aliados, ambiciona uma operação de renovação no Afeganistão.      O filme foi escrito e (...)
03.Set.17

I Don't Feel at Home in This World Anymore (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Uma coisa que pretendo fazer este ano é ver mais trabalhos da Netflix, quer séries quer filmes. Se tiverem críticas que queiram ler, é só dizer.      Ruth, uma enfermeira deprimida, depois de ser misteriosamente assaltada e de conhecer um estranho vizinho, entra numa aventura de descoberta e busca por justiça que poderá acabar menos bem do que esperava.      Este filme original da Netflix estreou em Fevereiro e trata-se do directorial debut do ator Macon Blair, (...)