Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

10.Jul.17

Ghost in the Shell (Agente do Futuro, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Como já disse antes, eu não sou totalmente contra os remakes. Se um filme quer transmitir nostalgia ou reinventar alguma coisa, tudo bem, mas se for feita uma versão cash graber, desrespeitosa e sem graça, de certeza que haverá coisas melhores para se fazer com o nosso dinheiro.      Baseado no manga Ghost in the Shell escrito por Masamune Shirow, lançado em 1989 e, na posterior adaptação cinematográfica de 1995 com o mesmo nome