Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

12.Abr.19

Acendalha Datilográfica #5 - Blade Runner

Francisco Quintas
Poucas são as histórias que iniciam uma discussão sobre a humanidade e a respetiva composição moral e espiritual da mesma forma que “Blade Runner”, discutivelmente o pilar do cinema de ficção científica, ao lado de “2001: A Space Odyssey”. Na conceção de um cenário futurista onde a raça dominante perdeu a sua essência, Rutger Hauer, ao auxílio do incomparável imaginário de Ridley Scott, entrega-se inconfundivelmente a um dos personagens antagónicos mais marcantes (...)
08.Mar.19

"Matchstick Men" ainda me faz pensar

Francisco Quintas
Um dos meus mais recentes e prazerosos hábitos é fazer a minha vida não ao som de música (como a generalidade das pessoas normais), mas sim ao som de trailers. Sim, trailers de filmes ou séries. Sim, é estranho. Mas, em ligeiras porções de tempo, dá-me um enorme gosto reouvir uma mísera segmentação de algo que já tenha visto ou que queira ansiosamente ver. “Green Book” e “Good Omens”, da Amazon, têm sido as principais cobaias. Contudo, é “Matchstick Men”, do Ridl (...)
31.Jan.19

Matchstick Men – obrigado por me roubares

Francisco Quintas
O logotipo da Warner Bros. Pictures surge lentamente à frente de uma limpa plataforma de água. Nicolas Cage faz a contagem decrescente e, ao som de ‘The Good Life’, do americano Bobby Darin, os créditos iniciais começam a sobrevoar o ecrã, surgindo à frente de uma distante e calorosa Los Angeles e de volta à reluzente piscina do protagonista. Conhecemos a carpete obsessivamente bem nivelada, o guarda-roupa revestido a sacos de plástico, um quintal, uma piscina e uma (...)
25.Jan.19

Óscares - a perda de credibilidade

Francisco Quintas
Em 2014, assisti pela primeira vez à cerimónia dos máximos prémios da Sétima Arte. A alegre e sarcástica Ellen DeGeneres foi a escolhida para liderar o evento e marcou a sua presença pela segunda vez, depois de segurar a noite de 2007. Ficou difícil não me afeiçoar ligeiramente àquela atmosfera. Porque é que desgostaria do que estava a ver? Tinha uma apresentadora minimamente audaciosa a largar pequenas provocações à plateia cheia de estrelas consagradas e seleções de (...)
17.Jan.19

Queres ser ator? Mas para quê?

Francisco Quintas
Vivemos numa altura fascinante da indústria audiovisual. Se há quarenta anos apenas um Ridley Scott ou um Woody Allen podiam comandar as suas produções hollywoodianas e fazer filmes com extrema frequência, beneficiados, lá está, pela falta de concorrência, hoje, já que temos todo o equipamento à venda ali ao lado e um mundo digital à distância de um clique onde nos é permitido disponibilizar os nossos trabalhos, vivemos na melhor altura para quem quer ser um guionista ou (...)
01.Out.18

2001: A Space Odyssey - uma epopeia pela existência

Francisco Quintas
Se passado todas estas décadas, ainda se continua a discutir um determinado filme, é sinal que haverá sempre mais para ser explorado. “2001: A Space Odyssey” foi lançado no dia 1 de Outubro de 1968 nas salas portuguesas. Foi realizado pelo génio incontestável americano Stanley Kubrick, tendo sido co-escrito pelo mesmo juntamente com o autor inglês Arthur C. Clarke. Ao contrário do que muitos pensam, o filme não foi baseado no livro homónimo. Stanley Kubrick propôs o desafio (...)
09.Out.17

Blade Runner 2049 (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Obrigado Dennis Villeneuve! Obrigado Ridley Scott! Decerto que a minha geração desprezará este filme por não estar a par da sua origem. É algo triste que as verdadeiras obras-primas da Sétima Arte estejam cada vez mais longes das novas gerações. Já não se fazem filmes assim. Mas quem foi o vosso público mesmo? Acho que sabemos a resposta.      Passaram-se 30 anos desde os acontecimentos ocorrentes em 2019. Uma nova geração de Blade Runners procura achar respostas (...)