Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

15.Set.18

The Dark Knight - a frágil e falsa moralidade humana

Francisco Quintas
Pergunto: O que torna um filme de super-heróis bom? O que o torna distinto dentro do género? Serão as cenas de ação? Será a caracterização traduzida da banda desenhada? Será o tipo de narrativa? Será o arco do protagonista? Será o vilão?Qualquer que seja a resposta, podemos ter a certeza de uma coisa. Christopher Nolan cumpriu o requisito e acertou na mosca. “The Dark Knight” é uma obra-prima … por diversas razões. Primeiro, o inglês visionário responsável por toda a (...)
23.Jan.18

The Gifted S1 (2017/2018) - Crítica

Francisco Quintas
   Dentro do universo dos X-Men, uma família tipicamente americana vê-se totalmente descarrilada depois de drásticas mudanças consequentes da revelação mais inesperada das suas vidas. Os irmãos Lauren e Andy Strucker são mutantes e, juntamente com os pais Reed e Caitlin, devem lutar contra o sistema, contando com a ajuda de um enorme grupo de mutantes clandestinos.   Sendo esta apenas a primeira série da Marvel que vejo, devo admitir que fiquei impressionado. Next stop: Netflix
10.Dez.17

Justice League (Liga da Justiça, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Depois da morte do Superman, o Batman e a Wonder Woman juntam-se para reunir uma equipa de super-heróis dispostos a combater para derrotar uma nova ameaça.   O filme foi realizado pelo Zack Snyder, mas devido à sua inesperada saída passou por inúmeras refilmagens e alterações na pós-produção a cabo do Joss Whedon, que co-escreveu o guião final. Como se pode imaginar, a produção e pós-produção de Justice League foi um inferno e, nos dias de hoje, são raros os bloc (...)
18.Nov.17

Top 10 Melhores Filmes de Super-Heróis de Sempre

Francisco Quintas
     Filmes de super-heróis são, de certeza, aqueles que mais sucesso fazem. O género pode não ser necessariamente o melhor, mas é um dos mais divertidos e um dos mais apreciados pelo público no geral e pelos cinéfilos mais compulsivos atualmente. Nesta lista, apenas um filme não é baseado em comics e eu decidi não incluir nenhuma animação. Anyway, ficam aqui com 10 (ou mais) recomendações.10º Lugar: V for Vendetta (V de Vingança, 2006)     Há um debate plausível (...)
11.Nov.17

Thor: Ragnarok (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Vale sempre a pena esperar pelas duas cenas pós-créditos, a não ser que a cena dure 45 segundos e que não acrescente nada à informação já dada sobre futuros filmes. Enfim …     Thor e Hulk estão de volta e, desta vez, depois de se reencontrarem por acaso num planeta diferente, os dois devem unir forças para impedir que a irmã desconhecida do Thor, Hela, destrua Asgard por completo.    O filme foi realizado pelo neozelandês Taika Waititi, um realizador em (...)
07.Out.17

Wonder Woman (Mulher-Maravilha, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     É muito importante que as mulheres continuem a ganhar protagonismo no cinema. A verdade é que a indústria de Hollywood ainda é machista e tem alguns complexos por resolver. Obrigado Patty Jenkins por nos dares o melhor filme do DCEU (até agora) e pela encantadora dose de girl power!     Durante a 1ª Guerra Mundial, Diana, princesa das Amazonas, dá de caras com um piloto americano e descobre os conflitos que decorrem no mundo. Depois de tantos anos a treinar para ser a (...)
01.Set.17

Guardians of the Galaxy Vol. 2 (Guardiões da Galáxia Vol. 2, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Voltei! Depois de completar o mês de Agosto com apenas um post, decidi voltar. Vamos falar sobre outro presente da Marvel deste ano.     Depois de Peter Quill descobrir mais sobre si mesmo e a sua família, os Guardiões devem agora lutar para preservar a união que nasceu entre eles e derrotar mais uma presença que ameaça o Universo.     A realização e o argumento são mais uma vez do James Gunn. Depois do seu ótimo trabalho anterior, este tinha uma missão bastante (...)
24.Jul.17

Logan (2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Depois de uma longa maratona dos filmes dos X-Men, finalmente pude ver Logan. Perdoem-me cinéfilos, mas eu nunca tinha visto nenhum filme dos X-Men. A última semana contribuiu bastante para eu me atualizar e para conhecer um dos melhores personagens do cinema moderno. O Wolverine sem o Hugh Jackman não valerá nada.     O filme começa em El Paso, no Texas, em 2029, e segue um velho, fraco e desgastado Logan que deve interromper o seu trabalho como motorista para salvar uma (...)
07.Jul.17

Spider-Man: Homecoming (Homem-Aranha: Regresso a Casa, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
   Como já disse antes, os sites americanos são uns oficiais engraxadores dos filmes de super-heróis recentes. Plataformas como Rotten Tomatoes ou IMDB adoram sobrevalorizar filmes que não são necessariamente tão espetaculares assim. Ainda não vi o Logan, o GOTG Vol. 2, nem o Wonder Woman, e tenho evitado ver trailers já há muito tempo. Mas … será Spider-Man: Homecoming um filme digno para apresentar mais uma vez o aranhiço ao público?   Meses após os acontecimentos em C (...)
27.Jun.17

Unbreakable (O Protegido, 2000) - Crítica

Francisco Quintas
     Hoje vi o filme Split, que estreou em fevereiro. Unbreakable foi lançado há 17 anos e é um dos meus filmes preferidos de sempre. Eu ainda pensei em esperar por 2020, quando o filme eventualmente faria 20 anos de existência. Mas 3 anos ainda demoram, juntando isso ao facto de eu querer fazer críticas de clássicos daqui para a frente. Aproveito para dizer que esta crítica terá spoilers. Já agora, porque não chamar ao filme "Inquebrável"? Ok, não interessa ... vamos a isto! (...)