Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida de um Cinéfilo

Vida de um Cinéfilo

01.Mai.19

Acendalha Datilográfica #6 – The Dark Knight

Francisco Quintas
Christopher Nolan gosta de inquietar. Toda a filmografia do cineasta (atualmente na pré-produção de um novo projeto encabeçado por um simpático elenco) assenta no breve ou complexo retrato dos mais alienados ou danificados estados da Humanidade. Não isentos de momentos de consolidação, os 10 filmes do realizador destacam-se pela respetiva filosofia, autoral ou emprestada, de maneira a colocar permanente um dilema moral na cabeça do público, especialmente plantado a partir do arco (...)
04.Jan.19

Top 10 Filmes mais Antecipados de 2019

Francisco Quintas
Para mudar os hábitos nesta baderna, decidi listar os 10 (ou mais) filmes que mais espero para o ano que vem. Como é lógico, decidi incluir os que terão a respetiva estreia no país de origem (nada de lançamentos atrasados de filmes oscarianos). Pode ser que, com isto, ganhe ideias para futuras crónicas. Este blog já precisou menos de injeções de novas formas de criatividade, já que não escrevi sobre os filmes mais badalados deste ano que passou, nem pretendo me apressar para (...)
15.Set.18

The Dark Knight - a frágil e falsa moralidade humana

Francisco Quintas
Pergunto: O que torna um filme de super-heróis bom? O que o torna distinto dentro do género? Serão as cenas de ação? Será a caracterização traduzida da banda desenhada? Será o tipo de narrativa? Será o arco do protagonista? Será o vilão? Qualquer que seja a resposta, podemos ter a certeza de uma coisa. Christopher Nolan cumpriu o requisito e acertou na mosca. “The Dark Knight” é uma obra-prima … por diversas razões. Primeiro, o inglês visionário responsável por toda (...)
17.Ago.18

Iron Man - o recomeço expansionista de um género

Francisco Quintas
Tal como festejámos a primeira década do Universo Cinematográfico da Marvel com a estreia de "Avengers: Infinity War", devemos também dar atenção ao filme pioneiro da franchise mais lucrativa da História do Cinema. Atualmente, é verdade que, em termos de argumento, filmes de super-heróis tendem a ser cada vez mais escassos, são cada vez menores as maneiras de se contarem as histórias de origem. "Iron Man", juntamente com "Spider-Man" e "Batman Begins", apresenta a fórmula mais (...)
23.Jan.18

The Gifted S1 (2017/2018) - Crítica

Francisco Quintas
   Dentro do universo dos X-Men, uma família tipicamente americana vê-se totalmente descarrilada depois de drásticas mudanças consequentes da revelação mais inesperada das suas vidas. Os irmãos Lauren e Andy Strucker são mutantes e, juntamente com os pais Reed e Caitlin, devem lutar contra o sistema, contando com a ajuda de um enorme grupo de mutantes clandestinos.    Sendo esta apenas a primeira série da Marvel que vejo, devo admitir que fiquei impressionado. Next stop: Netflix
07.Out.17

Wonder Woman (Mulher-Maravilha, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     É muito importante que as mulheres continuem a ganhar protagonismo no cinema. A verdade é que a indústria de Hollywood ainda é machista e tem alguns complexos por resolver. Obrigado Patty Jenkins por nos dares o melhor filme do DCEU (até agora) e pela encantadora dose de girl power!      Durante a 1ª Guerra Mundial, Diana, princesa das Amazonas, dá de caras com um piloto americano e descobre os conflitos que decorrem no mundo. Depois de tantos anos a treinar para ser a (...)
01.Set.17

Guardians of the Galaxy Vol. 2 (Guardiões da Galáxia Vol. 2, 2017) - Crítica

Francisco Quintas
     Voltei! Depois de completar o mês de Agosto com apenas um post, decidi voltar. Vamos falar sobre outro presente da Marvel deste ano.      Depois de Peter Quill descobrir mais sobre si mesmo e a sua família, os Guardiões devem agora lutar para preservar a união que nasceu entre eles e derrotar mais uma presença que ameaça o Universo.      A realização e o argumento são mais uma vez do James Gunn. Depois do seu ótimo trabalho anterior, este tinha uma missão (...)
27.Jun.17

Unbreakable (O Protegido, 2000) - Crítica

Francisco Quintas
     Hoje vi o filme Split, que estreou em fevereiro. Unbreakable foi lançado há 17 anos e é um dos meus filmes preferidos de sempre. Eu ainda pensei em esperar por 2020, quando o filme eventualmente faria 20 anos de existência. Mas 3 anos ainda demoram, juntando isso ao facto de eu querer fazer críticas de clássicos daqui para a frente. Aproveito para dizer que esta crítica terá spoilers. Já agora, porque não chamar ao filme "Inquebrável"? Ok, não interessa ... vamos a isto!
25.Abr.17

Guardians of the Galaxy (Guardiões da Galáxia, 2014) - Crítica

Francisco Quintas
       Guardians of the Galaxy já estreou há três anos, uau! A sequela tão aguardada de 2017 vai chegar a Portugal na próxima quinta dia 27 de abril. Que melhor altura para falar do original que esta?     O filme passa-se na galáxia do Universo Cinematográfico da Marvel e acompanha a aventura de um grupo composto por um ladrão intergaláctico, uma alienígena em busca por redenção, dois caçadores de recompensas e um guerreiro em busca por vingança, que luta para impedir (...)